Qual é o seu legado?

Vou começar falando de cultura dentro das empresas, sejam elas urbanas ou rurais. O que é a cultura empresarial? É cara da empresa. Fortalecer a cultura da empresa, enquanto empresário, significa colocar nela seus melhores valores e conceitos. E nós sabemos que o que temos de melhor aprendemos no berço de casa, no convívio do seio familiar.

Disseminar entre a equipe o conhecimento e respeito à cultura da empresa é o melhor caminho para o empresário deixar sua identidade, ou seu LEGADO.

Mas para isso é necessário um trabalho direcionado para a transformação das pessoas, partindo do individual para o coletivo, começando na alta direção.

E é aí que reside um dos maiores problemas!

O quanto você, empresário, tem se preocupado com as pessoas, e o quanto tem se preocupado com a geração de valores financeiros? Colocar os dois pontos na balança pode trazer importantes indicadores.

  1. O que faz uma pessoa querer trabalhar em sua empresa? 
  2. O que faz você contratar uma pessoa para trabalhar em sua empresa? 
  3. Pregamos uma cultura missionária ou mercenária? 
  4. Estamos aqui para ganhar dinheiro ou entregar satisfação/resultado?
  5. Tem processo para tudo ou cada um faz como quer?
  6. Preferimos pensar sobre um problema e identificar pontos de melhoria, ou preferimos sair executando e aprender no caminho, apagando fogo?
  7. Temos cuidados na ação ou existe permissão ao risco?
  8. As pessoas são valorizadas por mim diante de uma entrega individual ou de uma entrega de trabalho em grupo?

As atitudes mostram os seus valores.

Veja um exemplo: quando um colaborador chega sempre atrasado, não entrega resultados, trata mal os clientes ou colegas, e nada acontece com ele, o restante da equipe entende que o empresário está valorizando esse tipo de comportamento, pois se essa pessoa pode se comportar assim, então todos podem. 

Isso faz com que o pior comportamento seja o nível mínimo de exigência na empresa, tornando seu padrão sempre mais baixo. 

Quando isso acontece, geralmente o empresário cobra da equipe que o grupo elimine certos tipos de comportamentos inadequados, mas ele não faz sua parte, pois o caminho seria a sua própria mudança de comportamento, não aceitando atitudes desconstrutivas isoladas. 

Não deixar que comportamentos tóxicos se tornem parte do dia a dia da equipe é essencial.

E o desligamento das pessoas tóxicas faz parte do processo. É impossível atingir a excelência ou construir uma cultura de alto desempenho sem eliminar os comportamentos inapropriados.

E o comportamento apropriado é ditado por quem conduz a empresa: é o dono quem inspira, conecta, e coordena os atores que fazem o negócio acontecer.

Vale a pena, depois desta leitura, refletir sobre a importância do LEGADO profissional e pessoal, tanto como empresário, quanto como colaborador, e seus reflexos.

Deixo um questionamento que ajudará a aprofundar a reflexão da matéria: 

Podemos dizer que a CULTURA EMPRESARIAL é o que acontece na empresa quando os donos não estão olhando? 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *